PUB

A Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC) emitiu esta sexta-feira, dia 15, um alerta à população para a eventual ocorrência e propagação de incêndios rurais devido às previsões de tempo quente e seco, com temperatura acima da média.

Em comunicado, a ANEPC refere que, de acordo com a informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera, prevê-se para os próximos dias a continuação de tempo quente e seco, com temperaturas máximas acima da média para a época, destacando-se a humidade relativa do ar inferior a 20% no Alto Alentejo e no interior das regiões Norte e Centro, vento até 30 km/h, sendo mais intenso nas terras altas do Centro e Sul (até 45 km/h), temperatura máxima acima de 30ºC na generalidade do território, sendo de 35ºC a 38ºC em vários locais do Alentejo, Centro e Norte, e ainda a instabilidade atmosférica com possibilidade de trovoada seca, em especial no interior Centro e no Alto Alentejo.

A Protecção Civil alerta ainda para o agravamento do risco de incêndio no sábado para, em geral, nível superior a elevado, sendo muito elevado ou máximo no Algarve, no médio Tejo e o interior centro.

PUB

Segundo a ANEPC, este cenário meteorológico, com tempo quente e seco, «é favorável à eventual ocorrência e propagação de incêndios rurais»

Assim, a Protecção Civil recorda que, de acordo com as disposições legais em vigor:

A Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC) recorda que, de acordo com as disposições legais em vigor:

− É PROIBIDO fazer Queimada Extensiva SEM AUTORIZAÇÃO. Informe-se na sua câmara municipal ou através do 808 200 520.

− Nos dias de risco de incêndio Muito Elevado e Máximo É PROIBIDO fazer Queima de Amontoados SEM AUTORIZAÇÃO ou SEM COMUNICAÇÃO PRÉVIA. Informe-se na sua câmara municipal ou através do 808 200 520.

− Nos dias de risco de incêndio Muito Elevado e Máximo É PROIBIDO utilizar fogo para a confecção de alimentos em todo o espaço rural, salvo se usados fora das zonas críticas e nos locais devidamente autorizados para o efeito.

− Nos dias de risco de incêndio Muito Elevado e Máximo É PROIBIDO fumigar ou desinfestar em apiários excepto se os fumigadores tiverem dispositivos de retenção de faúlhas.

− Nos dias de risco de incêndio Muito Elevado e Máximo É PROIBIDO lançar balões de mecha acesa e foguetes. O uso de fogo-de-artifício só é permitido com autorização da câmara municipal.

− Nos dias de risco de incêndio Muito Elevado e Máximo É PROIBIDO usar motorroçadoras, corta-matos e destroçadores. Evite o uso de grades de discos.

A Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil recomenda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente com a adopção das necessárias medidas de prevenção e precaução, de acordo com a legislação em vigor, e tendo especial atenção à evolução do perigo de incêndio neste período.

Perante todas estas condições meteorológicas previstas, a ANEPC determinou a passagem ao Estado de Alerta Especial (EAE), nível AMARELO, para o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR), entre as 00 horas do dia 20 e as 23:59 do dia 21 de Maio, nos distritos de Beja, Bragança, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Portalegre, Santarém, Vila Real e Viseu.