Arrancou em Beja esta manhã, a 40.ª edição da Volta ao Alentejo Crédito Agrícola. A prova organizada pela Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central e Podium Events pertence ao calendário UCI Europe Tour e conta com a participação de 125 corredores de 18 nacionalidades, distribuídos por 18 equipas.

O percurso de 834 quilómetros, o mais longo dos últimos anos, demarcado pelas diversas e belíssimas regiões alentejanas será cenário de cinco dias de competição e outras tantas etapas.

Para Joaquim Gomes, diretor de prova, esta será uma corrida muito diversificada. «Este é um território fantástico. As quatro sub-regiões do Alentejo (Alentejo Central, Baixo Alentejo, Litoral Alentejano e o Norte Alentejano) vão contribuir, cada uma à sua maneira, com o melhor que têm para oferecer, para enriquecer esta 40.ª edição da Alentejana. Com toda a certeza, a Praça do Giraldo irá brindar o melhor corredor em prova».

O primeiro dia de competição esta quarta-feira fará a ligação entre Beja e Ourique na distância de 168,8 quilómetros.  A partida simbólica aconteceu pelas 11h30, no Parque da Cidade de Beja, e prevê-se a chegada para pouco antes das 16 na Avenida 25 de Abril.

As Metas Volantes nestes primeiros quilómetros acontecem em Serpa Mértola e Almodôvar. A passagem por Mértola tem ainda uma contagem de 4ª categoria para o Prémio da Montanha.

Na segunda etapa, o pelotão parte de Castro Verde em direção a Grândola, num trajeto de 170,8 quilómetros. Ao terceiro dia a 40ª Volta ao Alentejo Crédito Agrícola tem a etapa mais longa com um percurso de 191,4 quilómetros que começa em Vendas Novas e termina em Estremoz. Na quarta tirada, o pelotão enfrenta a etapa-rainha desta edição, uma viagem de 148,2 quilómetros que tem cinco contagens de montanha. A etapa vai começar no Crato e será concluída em Castelo de Vide.

No último dia, depois da partida em Monforte, acontece a chegada habitual dos últimos anos ao centro histórico de Évora, Património da Humanidade. A Praça do Giraldo vai consagrar os vencedores após 154,9 quilómetros.