PUB

A Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA) assinou, na passada semana, contratos de trabalho com mais 31 profissionais de saúde ligados à prestação directa de cuidados.

Neste universo com vínculo firmado, encontram-se dezassete médicos, dois de Medicina Geral e Familiar e quinze Internos, o que segundo a ULSNA é «uma aposta significativa no investimento futuro em recursos humanos médicos», e ainda dez enfermeiros, dezassete assistentes operacionais, nove assistentes técnicos, dois técnicos superiores de Diagnóstico e Terapêutica e cinco técnicos superiores.

De acordo com a ULSNA desde o início do presente ano foram celebrados contratos individuais de trabalho com «60 profissionais, entre contratos sem termo e/ou de substituição de profissionais ausentes temporariamente», e garante que «continuará o esforço de reforço e capacitação de novos profissionais, das mais diversas áreas, que lhe permitam continuar a dar a melhor resposta às necessidades de saúde da população do Alto Alentejo».

PUB