PUB

O tenente-coronel António Gomes é o novo comandante do Comando Territorial de Portalegre, sucedendo no cargo ao Coronel Vítor Reis. A cerimónia de tomada de posse decorreu na tarde desta quarta-feira, dia 11, tendo sido presidida pelo 2º Comandante-Geral da GNR, Tenente-general Nuno Augusto Teixeira Pires da Silva.

O tenente-coronel António Gomes é natural de Sátão, distrito de Viseu, e nasceu no dia 1 de Agosto de 1970. É mestre em Ciências Militares na especialidade de Segurança (GNR), pela Academia Militar. É ainda pós-graduado em Direito e Segurança pela Faculdade de Direito de Lisboa da Universidade Nova e possui ainda o Curso de Estado-Maior Conjunto, pelo Instituto Universitário Militar (IUM).

Ingressou no quadro permanente da Guarda Nacional Republicana em 1993, tendo desempenhado diversas funções ao longo da sua carreira profissional, de entre as quais se destacam  Comandante de Pelotão Operacional no Grupo de Instrução de Aveiro, da Escola da Guarda; Instrutor do Curso de Formação de Guardas; Comandante do Destacamento de Trânsito de Viseu; Chefe de Repartição de Programas Especiais; Chefe de Repartição de Trânsito; Oficial de Ligação da GNR no Gabinete Coordenador de Segurança do Sistema de Segurança Interna; Professor no Instituto Universitário Militar do Curso de Promoção a Oficial Superior da GNR e das Forças Armadas;  Assessor e Chefe de Gabinete do Comandante da Escola da GNR;  Chefe do Núcleo de Legislação e Direito da Escola da GNR; e ainda  Técnico Especialista no Gabinete do Secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna (SEAE).

Na sua folha de serviço constam vários louvores e condecorações.

PUB

Refira-se que o Comando Territorial de Portalegre é uma unidade com sede na cidade de Portalegre e é responsável pelo cumprimento da missão da GNR neste distrito, tendo como missão garantir as condições de segurança que permitam o exercício dos direitos e liberdades e garantias dos cidadãos, a ordem e a tranquilidade públicas e a segurança, a protecção das pessoas e dos bens, prevenir a criminalidade em geral, desenvolver as acções de investigação criminal e contra-ordenacional, zelar pelo cumprimento das leis e regulamentos relativos à viação terrestre e aos transportes rodoviários, promover e garantir a segurança rodoviária, e manter a vigilância e a protecção de pontos sensíveis.

O Comando Territorial de Portalegre compreende na sua zona de acção um Destacamento de Intervenção, um Destacamento de Trânsito e quatro Destacamentos Territoriais, nomeadamente Elvas, Portalegre, Ponte de Sor e Nisa, compreendendo 24 postos territoriais.