O Bispo da Diocese de Portalegre – Castelo Branco, D. Antonino Dias, decidiu prolongar por mais seis meses, com efeitos desde o dia 13 de Abril, o mandato da actual Comissão Administrativa da Misericórdia de Portalegre.

No decreto publicado na página da internet da Diocese, D. Antonino justifica a decisão com «a emergência de saúde pública declarada pela OMS e à situação excepcional que se vive no momento actual» e tem ainda em consideração que «as dúvidas e omissões serão resolvidas conforme à lei ao Compromisso CEP/UMP e aos princípios gerais de direito canónico ou civil».

Assim, «ponderadas as circunstâncias extraordinárias e excepcionais que vive a Santa Casa da Misericórdia de Portalegre, no respeito à lei ao Compromisso CEP/UMP e aos princípios gerais de direito canónico ou civil, decido prorrogar, com início a partir de 13 de Abril do ano corrente, por mais seis meses, o mandato da actual Comissão Administrativa, constituída por Dr.ª Ana Margarida Garcia de Oliveira Bicho, Coordenadora, Ana Sofia Carita de Oliveira Miguéns, Jurista, António Belo Salvado Pratas, Jurista, Manuel de Jesus Nicolau Marques, Contabilista, Miguel Nuno Vicente Roseta Fino, Economista», lê-se no decreto.

Recorde-se que os órgãos sociais da Misericórdia de Portalegre foram exonerados a 13 de Outubro de 2020, tendo sido nomeada pelo Bispo Diocesano uma Comissão Administrativa liderada por Josefa Parra que 15 dias após tomar posse deixou o cargo. Desde então a coordenadora da Comissão é Ana Bicho, sendo que com este decreto o seu mandato será prolongado por mais seis meses.