Publicidade

Uma mulher de 23 anos foi constituída arguida pela GNR, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Elvas, por suspeitas da prática de crimes de burla informática e nas comunicações, falsidade Informática e acesso ilegítimo, através da plataforma informática MBWay, na localidade de Monforte.

De acordo com a GNR, na sequência de uma investigação por suspeitas de burlas através da aplicação MBWay, foi desenvolvida uma operação policial que visou dar cumprimento a um mandado de busca domiciliária e em viatura, que culminou na apreensão de 265 euros em numerário, seis telemóveis, seis peças em ouro, dispositivos electrónicos e diversa documentação.

A suspeita foi constituída arguida e os factos foram remetidos ao Ministério Público de Santarém.

A operação contou com o reforço do Destacamento de Intervenção de Portalegre.