PUB

Está de regresso mais uma edição do Festival Internacional de Música de Marvão (FIMM) que decorrerá de 22 a 31 de julho, numa organização da Marvão Music, associação sem fins lucrativos reconhecida em 2021 com o Estatuto de Utilidade Pública.

A 8ª edição do FIMM será marcada pelo regresso das condições pré-pandémicas, com um extenso programa contando mais de 40 concertos e outros eventos, com a presença de vários coros e orquestras nacionais e internacionais e muita música de câmara.

Inclui também concertos para as crianças, ensaios abertos ao público, eventos gastronómicos, exposições de arte e instalações sonoras, visitas guiadas e ainda outras atividades participativas como aulas de desenho inspiradas pela música e natureza. Muitas destas atividades serão de acesso gratuito, como é habitual.

PUB

Participarão quase 600 artistas, de todo o mundo, incluindo solistas, coros e orquestras, como a Orquestra de Câmara de Colónia (Christoph Poppen), Orquestra Sem Fronteiras (Martim Sousa Tavares), Jovem Orquestra Portuguesa (Pedro Carneiro), Orquestra XXI (Dinis Sousa), Coro Ricercare, Coro de Câmara 4 de Orlando, Trio Amatis, Trio Sitkovetsky, Ludovice Ensemble, Merell Quartett, Novus String Quartet, Helianthus Ensemble, Juliane Banse, David James, Konrad Jarnot, João Barradas, Adrien La Marca, Yekwon Sunwoo, Horácio Ferreira, Clara- Jumi Kang, Sunwook Kim, Isang Enders, André Gaio Pereira, Aurélien Pascal, Bernardo Soares, Donghyun Kim, Lena Neudauer, entre muitos outros.

Além da proveniência de músicos de todo o mundo, incluindo da Coreia do Sul, Hungria, Bulgária, China, Suíça, França, Alemanha, Bielorrússia, entre outros, haverá um novo recorde de participação de orquestras, músicos e artistas portugueses nesta edição do FIMM, e deverá ser notada a variedade e ecletismo do programa, que inclui música de vários estilos e períodos, como música medieval, renascentista, barroca, clássica, romântica, contemporânea, entres outros.

São esperados mais de 15 mil visitantes portugueses e de todo o mundo, recuperando e até superando os números de visitantes antes da pandemia, em 2019, espalhados em treze locais diferentes com cinco municípios envolvidos: Marvão, Valência de Alcântara, Portalegre, Castelo de Vide e Elvas.

Esta edição do festival conta com o apoio da Câmara Municipal de Marvão e dos municípios de Portalegre, Castelo de Vide e Valência de Alcântara.

Concertos em Portalegre de 20 a 28 de Julho

A 8ª edição do Festival Internacional de Música de Marvão conta, mais uma vez, com concertos realizados no Centro de Artes do Espectáculo de Portalegre (CAEP).

No dia 20 de Julho, pelas 21h, no Pequeno Auditório do CAEP, decorrerá o cine-concerto “White Box Jacket Live”, em estreia mundial, prelúdio ao início do FIMM.

“White Box Jacket Live” é uma curta-metragem de animação, com música ao vivo, realizado por Sabine Theunissen, com coreografia de Gregory Maqoma e dança de Thulani Chauke, que terá como intérpretes ao vivo Catherine Graindorge, no violino e Angelo Moustapha, nas percussões.

Dia 26 de Julho, pelas 21h, no Grande Auditório do CAEP, um dos grandes destaques do FIMM será o concerto “Uma Noite de Canto e Dança com Mozart”, com interpretações da soprano Juliane Banse, do pianista Alexander Krichel e dos dançarinos István Simon e Andreas Heise.

Finalmente, no dia 28 de Julho, entre as 12h e as 14h, com entrada livre, decorrerá no Grande Auditório do CAEP o ensaio geral da Sinfonia nº2 de Mendelsshon, “Canto de Louvor”, pela Orquestra e Coro do Festival de Marvão.