Publicidade

O Município de Gavião comunicou esta quinta-feira, dia 13, o falecimento do professor Gravelho, que cumpriu no último mês 106 anos e que dedicou a sua vida ao ensino, tendo leccionado em vários concelhos do distrito.

Manuel Alves de Jesus Gravelho nasceu a 11 de Abril de 1915, tendo-se notabilizado como professor de várias gerações de gavionenses, tendo tido um papel crucial na alfabetização da população. Filho de pessoas humildes, iniciou a sua carreira em 1938 na Torre Fundeira, passou por Gavião, Vila Boim, Amieira do Tejo e ainda pelas freguesias do concelho onde nasceu, nomeadamente Atalaia e Margem. Apesentou-se em 1985 após 48 anos dedicados ao ensino.

Foi ainda presidente da Câmara Municipal de Gavião, integrando a Comissão Administrativa, entre 1972 e 1974.

Em 2015, por ocasião do seu centésimo aniversário, foi alvo de uma homenagem na Atalaia, onde nasceu.

Em comunicado, a Câmara de Gavião «manifesta publicamente o seu pesar» pela morte do professor Gravelho e endereça à família e amigos «as mais sinceras e sentidas condolências».

O Município decretou um dia de luto municipal, assinalado com a colocação da bandeira a meio haste.