O Município de Fronteira concluiu na quarta-feira, dia 28, a campanha de testagem à COVID-19 aos atletas e equipas técnicas dos escalões de formação do Atlético Clube Fronteirense.

De acordo com a autarquia, dos 126 testes realizados todos obtiveram resultado negativo, pelo que já foram retomados alguns treinos, no cumprimento de todas as normas de prevenção da transmissão da COVID-19.  

A medida enquadra-se no âmbito do desconfinamento progressivo definido pelo Governo, relativamente à retoma da actividade desportiva, que define a obrigatoriedade de efectuar testagem à SARS-CoV-2. O teste tem de ser realizado, por todos os praticantes de modalidades desportivas de médio e alto risco, até 72h antes do início das actividades.

De acordo com o plano de desconfinamento previsto a nível municipal, as actividades manter-se-ão ininterruptamente enquanto não for atingida a incidência cumulativa de 120 casos por 100 mil habitantes a 14 dias (no caso do concelho de Fronteira, o equivalente a quatro ou mais casos nesse período). Caso contrário, as actividades serão suspensas por período a definir com a Autoridade de Saúde Local (o período necessário para identificar todas as cadeias de contágio e iniciar o respectivo isolamento) ainda que os casos não estejam relacionados com atletas ou equipas técnicas.

De acordo com a autarquia, estão ainda previstos rastreios preventivos e aleatórios a cada 14 dias, sendo utilizados métodos de testagem não invasivos para crianças com idade até ao escalão de infantis, inclusivamente.

O Município espera «na próxima fase de desconfinamento reiniciar outras actividades desportivas de iniciativa municipal», pelo aguarda «a concreta definição das normas subsequentes ao final do Estado de Emergência e que mantenhamos com a situação epidemiológica actual, sem qualquer diagnóstico de casos novos há mais de um mês».