PUB

Foi inaugurada esta quarta-feira, dia 7, a nova Escola E.B 2,3 de Santa Luzia, em Elvas, que implicou um investimento de cerca de 7,5 milhões de euros, co-financiados por Fundos Comunitários em cerca de 6,5 milhões de euros.

As obras de construção da nova escola, que vem substituir o antigo edifício em funções deste 1975, tiveram como objectivo a sua adaptação ao século XXI e às necessidades da comunidade educativa.

Na sessão de inauguração, além do presidente da Câmara de Elvas, Nuno Mocinha, estiveram também presentes o ministro do Planeamento, Nelson de Souza, o secretário de Estado do Planeamento, Ricardo Pinheiro, e o secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel.

Em uso da palavra, Nelson Souza referiu que a nível nacional o “Portugal 2020” apoiou em todo o País a requalificação de 845 escolas, num investimento de cerca de mil milhões de euros, sendo a nova Escola de Elvas «representa o maior investimento» de todos os projectos apoios a nível nacional, o que aconteceu porque o Município «soube apresentar um projecto com pé e cabeça».

PUB

O novo edifício, cuja entrada passa a ser na Estrada da Carvalha, desenvolve-se em forma de “U” e é constituído por dois pisos. No piso 0, o átrio de acesso principal divide o edifício em duas zonas, uma para os serviços administrativos, salas de professores e quatro departamentos com os respectivos gabinetes de trabalho, e a outra para os espaços sociais, onde se encontram o auditório, centro de recursos, quatro salas de laboratórios, sala de convívio, bar, cozinha e refeitório.

Num dos extremos do edifício, com acesso coberto pelo exterior, localiza-se o pavilhão desportivo, com balneários de apoio.

Já no piso superior, ficam localizadas as salas de aula e de actividades, incluindo as salas de Artes Visuais, com os respectivos espaços de apoio e arrumação, sala de música e sala de actividades. Existem quatro salas de informática, devidamente equipadas para a função.

Em termos de arranjos exteriores, na zona exterior central, existe um espaço dinâmico, com pequena diferença de cota, tem muros baixos que se transformar em bancos de zonas diferenciadas.

À cota do primeiro andar, fica localizado, um espaço de recreio e desporto, com campo de jogos, complementado com uma pequena bancada.

A Escola E.B 2,3 de Santa Luzia tem quatro salas de Educação Visual e Tecnológica, quatro laboratórios, quatro salas de Tecnologias de Informação e Comunicação e 21 salas de aula.

A capacidade das infra-estruturas de acolhimento de crianças ou de educação apoiadas é 750.

O número de alunos, neste momento, são de 476 nos 2 e 3.º ciclos, no ensino regular, e o número de alunos do ensino profissional é de 29.