Publicidade

A vereadora Florinda Raposo, eleita pela CDU na Câmara do Crato, passou a exercer funções em regime de permanência, na sequência de uma proposta levada a reunião do executivo pelo presidente da autarquia, Joaquim Diogo, que desta forma assegura a maioria no órgão.

Em comunicado enviado ao nosso jornal, a CDU confirma que «respondeu positivamente ao solicitado pelo Partido Socialista para que integre o actual executivo municipal, através da sua vereadora, assumindo o cargo a tempo inteiro e com pelouros», após o PS ter aceitado «as condições da CDU ao exercício do cargo e o respeito pela independência e autonomia política».

A fixação da vereadora em regime de permanência foi aprovada, por maioria, na reunião do executivo, realizada a 2 de Dezembro, com os votos contra dos vereadores Correia da Luz, eleito pelo “Nós, Cidadãos”, e Marco Mendonça, eleito pelo PSD, e os votos favoráveis do presidente da Câmara, Joaquim Diogo, e do vereador Pedro Belo Coelho, ambos do PS, e da vereadora, Florinda Raposo, eleita pela CDU.